sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Porquê não escrevo...

Porque já aqui escrevi sobre o cancro. Porque ja descrevi situações complicadas. Porque cada uma dessas descrições vinha de dentro de mim e mexia comigo. Porque agora estou a viver uma situação como essas sobre as quais reflecti. Mas agora não estou de branco, não estou do lado do dossier clínico nem do plano de cuidados... agora estou do outro lado, do lado do familiar inquieto a quem acelera o coração cada vez que entra naquela sala de cuidados intensivos, gelam as mãos e seca a boca.
Tenho muito preso cá dentro mas não consigo (ainda) escrever sobre isso.

16 comentários:

Naja disse...

Abraço apertadinho Miguel...

Sabores e Emoções disse...

Vão conseguir vencer essa luta!!!

Muita força e energia positiva,
Márcia Silva

saudosa disse...

Só para dizer que estamos aqui, para quando quiseres ou precisares ... Muitos de nós tb já passamos por coisas semelhantes... e sabermos quenão somos os únicos não resolve nada, mas ajuda...

Sandra disse...

Que palavras tão fortes e alarmantes. Seja quem for, só desejo toda a força e saúde do mundo!

Silvina disse...

Estou contigo (mesmo quando nao escreves). Qualquer coisa que precises, ja sabes, cancro é comigo.
Beijinhos

Dani disse...

Sinto muito Miguel, é das situaçõs que ninguém quer passar e eu infelizmente já passei algumas vezes com pessoas que fazem parte de mim.

Mamã Petra disse...

Muita, muita força Miguel.

Melissinha disse...

Um abraço, Miguel!

Ana. disse...

Um abraço apertadinho, Miguel.
:\

ex ana disse...

Coragem Miguel.

Comentei num post anterior que muito me impressionou ( e despertou também algumas reacções negativas, confesso):"enfrentar o nosso futuro mais negro todos os dias" é esse desafio diário que não nos pode deixar indiferentes ao valor do vosso trabalho como profissionais.
ps-o humor pode ser terrível

Rainha disse...

Coragem! Um abraço

Carla Isabel disse...

...um abraço apertadinho!

Naná disse...

Muita força para ultrapassar tudo!!

Aline r disse...

Espero que tudo corra bem. É sempre difícil. Eu conheço esse aperto. Estamos a viver um drama semelhante ma família.
Um abraço.

Anónimo disse...

Este blog continua nos meus favoritos..e agora fico a torcer para que corra tudo bem!
S.

Marcia P. disse...

Desejo que tudo corra bem e volte com boas notícias.