terça-feira, 6 de julho de 2010

Atenção: este é, temporariamente, um babyblog!

Poderia parecer óbvio que o David seria agora o tema principal de escrita aqui no blog. Tudo bem, ele é calminho, dá boas noites, mama bem, aumentou de peso e é lindo. Mas, com a Mariana mais dedicada a ele, por razões óbvias, eu desenvolvi um novo nível de relação com o Gabriel e é sobre ele que me apetece escrever!
O tempo que passamos juntos juntos tem vindo a dar-me a oportunidade de conhecer ainda melhor o meu filho. E apercebo-me de novos traços de personalidade que se revelam. E ainda, se muitos acham que somos fisicamente parecidos eu revejo-me em muitas das atitudes do meu primogénito. Para quem acredita nessas coisas da astrologia, somos os dois Carneiro. Teimosos, orgulhosos, competitivos. E estas são as três principais características que o Gabriel me revela todos os dias. E, não me interpretem mal, enche-me de orgulho que ele seja perseverante mas preocupa-me qual o ângulo da minha abordagem perante isso. Por exemplo, a competição. Já aqui revelei que o Gabriel gosta de correr. Neste momento, para além de gostar da corrida, ele gosta de ganhar a corrida! E fica muito frustrado quando perde. Muito mesmo! E estamos a falar de um menino que é filho de alguém que não gostava de perder, nem a feijões, alguém que partiu raquetes de ténis, tacos de bilhar, que se envolveu fisicamente com adversários... por isso essa nem sequer é uma característica que me surpreenda. Um amigo meu, ao assistir a uma disputa entre os nossos filhos e depois do Gabriel ter chorado por não ter atingido o seu objectivo, afirmou: "És mesmo filho do teu pai!". Mas essas caracteristicas trouxeram-me alguns dissabores em diversas situações e gostava que elas fossem "polidas" no caso do Gabriel. É teimoso o rapaz e as palmadas não resultam, muito pelo contrário! É preferível usar o método do "castigo cronometrado": fica sentado numa pequena cadeira na sala durante um ou dois minutos a pensar nas suas atitudes. Na verdade, é apenas um estratagema para ele respirar e acalmar para que possa depois perceber o que estava errado na sua atitude! Ele não é muito de birras mas, caramba!, quando elas saem...! E depois é orgulhoso o suficiente para, após o seu "tempo de pausa" vir conversar connosco acerca do castigo que acabou de merecer!
Por outro lado, existe um lado muito bom nesta teimosia e orgulho! Gosta de fazer bem! Um desenho pode sempre ser alvo de melhoramento, gosta de aprender palavras novas e usa-as no contexto correcto e repete a nova palavra as vezes que forem necessárias para que a diga correctamente! Não se importa de ser corrigido, gosta de conversar com adultos. Tudo isto faz com que ele tenha um discurso bastante mais evoluído que a maioria dos miúdos da sua idade. A nível físico está muito bem desenvolvido porque, lá está, gosta de competir, de aprender, de correr mais rápido, saltar mais alto, de fazer mais. Hoje perdeu o medo de mergulhar a cabeça na água da piscina e, depois do primeiro "pirolito" quis tentar mais, uma e outra vez!
Ele é um Carneiro, teimoso, orgulhoso, competitivo com tudo o que de bom e menos bom que isso acarreta e cabe-me a mim, Pai, dirigir essas características para que ele possa ser um Homem melhor, no futuro. De resto, o meu filho mais velho enche-me de orgulho!

4 comentários:

Fernanda disse...

Adoro ler essas "palavras de pai".
Já imaginou o mais novo também for competitivo, orgulhoso e competitivo!? Haja discussão e competição para o paizão apaziguar.... rs

Carla Isabel disse...

...ai dois carneiros, ui! Tenho alguns muito próximos, o meu marido, a minha mãe e o meu padrinho...não é pêra doce, não!

Ana C. disse...

Cá em casa costumo dizer que a Alice é a Mini-Me.

Made for YOU disse...

felicidades