domingo, 1 de setembro de 2013

Ponto final.

"AVISO: Este blog será mantido durante as horas que passo nos serviços (são dois, Às vezes mais...) por isso, na prática estarei a ser pago (imaginem lá por quem!!!) enquanto estiver aqui a escrever patacoadas!!!
Nunca a expressão irada de um utente descontente "Ouça lá, sou eu que lhe pago o ordenado seu..." teve tanta razão de existir (doce vingança!).
Mas olhem, já que me estão a pagar, disfrutem e visitem este novíssimo serviço de saúde (patológico) e não se esqueçam de utilizar o livro de reclamações (comentar vá.)

PRÓXIMOOOOO!!"

Este foi o primeiro texto publicado no (longínquo) dia 20 de Novembro de 2008. Lançou as premissas do blog e ilustrava bem a realidade na qual eu vivia na altura. Mas isso foi numa outra vida....
Há meses e meses que o sei e vocês também o sabem: o éter evaporou-se todo e já não há mais cheirinho!
Por muito que eu goste deste blog (e como gosto) e por muita importância que ele tenha tido na minha sanidade mental (que teve!) numa época difícil da minha vida, já não há espaço para ele na minha realidade de hoje. Nem as suas premissas lançadas no seu primeiro texto são as mesmas.


Enfim, foi uma aventura fantástica, obrigado por a partilharem comigo!

9 comentários:

Carla Isabel disse...

Tenho imensa pena. Gostava imenso de te ler!

Sara disse...

Bolas vou sentir um vazio ao ligar a net e não ver novidades aqui no blog mas às vezes é preciso encerrar etapas da vida. Força aí!

Ana C. disse...

Não dá para induzires um coma? É morte mesmo?
Sinto-me muito triste com o final de um dos primeiros blogs que segui, mas grata por ter sido através dele que te conheci ;)

Ana. disse...

Ohhh!
Espero que um destes dias sejas atingido por um tsunami de saudades e voltes para este espaço (e para nós)!
tens tantas coisas boas aqui, Miguel,alegres, tristes, cómicas, sentidas, todas tão verdadeiras.

Continuas a ser o quinto elemento dos meus blogues favoritos e quando me der a saudade a mim, faço o que sempre faço com os livros de que gosto mesmo: leio do início!

Um beijo, já com saudades das tuas palavras!

gralha disse...

Nunca se sabe o dia em que se voltam a encher as reservas de éter. Tudo de bom, entretanto.

Ginguba disse...

Felicidades, Miguel!

margarida disse...

Mas ó Miguel, tu podes ir embora, mas é para voltar, se faz favor.

Felicidades!

ex ana disse...

Espero que fique activo e que dê lugar a outro igualmente interessante.
Felicidades!
ex-ana

Anónimo disse...

Então eu vou de férias e quando regresso recebo esta notícia?! Não se faz Miguel.
Aproveite a idéia da Ana C. e entre em coma induzido por uns tempos. Mas volte. Pleaaaaase?
O frasco do éter pode sempre voltar a encher.
Beijinhos
Inês