terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Uma ajudinha minha gente?

Eu estou um bocado como o Paulo Portas e a sua decisão "irrevogável" de deixar o Governo. Também eu estava irrevogavelmente  convencido que iria fechar a tasca. Mas finalmente...
Eis o meu problema: as historietas que sempre alimentaram este Cheirinho passavam-se numa realidade dura e selvagem, com situações tão dramáticas ou parvas que só acontecem num país anedótico como o nosso. Neste momento ganho mais, trabalho menos mas passa-se tudo tão bem e de forma tão limpinha (o modo suíço) que acabo por não ter material para escrever. Ou seja, uma mudança de rumo impõe-se ou então isto evapora-se de vez!
E então? Para onde vamos? Aceitam-se sugestões.

7 comentários:

M' disse...

Comparações, por exemplo... Algo ao estilo "sabes que não estás em Portugal quando..." e envolve situações médicas ou rotineiras (:

Crónicas: +/- como havias escrito mas versando em temas mais abrangentes. Com toda a certeza não é só o hospital que tem histórias para contar (mas também as tem, e também queremos saber)

Ir fazendo um pequeno "Guia de Adaptação às Belas Terras Helvéticas" versando na tua experiência e dos teus

Tanta coisa que pode ser feita, relacionada com o país onde estás, o que fazes, as diferenças ou simplesmente as partes rotineiras do teu dia a dia que ainda assim nos trazem algo de bom.
Estamos sempre a aprender, certo? E para o fazer, é preciso tentar! Deixar de escrever é que não me parece uma boa opção...

(:

Carla Isabel disse...

Mostra à malta como se faz aí...para aprendermos alguma coisa...e please evaporar não que eu gosto de te ler!

Beijinho

Rosa Cueca disse...

Aposto que esse mundo limpinho também tem os seus podres :) a vida faz-se não só do trabalho, podes pegar por aí...

Não podes é abandonar-nos!

Helena Barreta disse...

Já contou todos os episódios que viveu enquanto trabalhava em Portugal?; mostre-nos fotografias da bela Suiça; faça-nos um glossário e dê-nos lições de enfermagem.

Escreva muito ou pouco, mas nada é que não, nós gostamos do cheirinho a éter.

Um abraço

Nada disse...

Todos acabamos por passar por isso...ou se aprende a escrever sobre coisas boas...ou te ausentas e voltas depois com mais material...porque para bem ou mal...voltamos sempre um dia a ter material

Sílvia disse...

Escreve do que quiseres mas escreve! :)

Sandra disse...

Por pouco que seja, escreve na mesma! Saudades deste blogue! :-)