quarta-feira, 1 de abril de 2009

Já que estamos irritados...

... também me irritam os anormais que circulam a 90 km/h na faixa do meio da auto-estrada, quando a faixa da direita está deserta.
E os parvos que não sinalizam as mudanças de direcção com os piscas, principalmente nas rotundas.
E, já que falamos de rotundas, os burros que circundam todo o círculo sempre na faixa mais à direita, pregando sustos valentes àqueles que querem sair da rotunda e vêem das faixas mais interiores.
E quem estaciona na diagonal, quando os riscos delimitam o estcionamento na perpendicular ao passeio.
Irrrrrrrra!

11 comentários:

Kitty disse...

Tu hoje estás particularmente bem disposto :) ihihihi

Hope disse...

Confesso que não faço piscas a sair das rotundas... :$

Miguel C. disse...

É fácil Hope: tás a ver aquela manetezinha á esquerda do volante? Empurras para cima quando quiseres sair da rotunda!!
;)

Joanissima disse...

Como te entendo... e aqueles se metem à tua frente, passando-te uma tangente na frente do carro, e que depois agradecem como se tivesse sido uma cortesai tua??? ainda gozam, os cabrões....

Ana C. disse...

Isto só me fez lembrar um filme com o Chevy Chase. Em que ele leva a família de férias para a Europa, alugam um carro e passam um dia inteiro a tentar sair de uma rotunda em Paris. Ah Ah Ah

JBrito disse...

O problema é só um, não, não é porque são portugueses e coiso, o problema é que são PESSOAS a conduzir, pessoas sim é esse é o problema. Nem todas atenção, falemos á bruta de um 75%, ok?Ok.
Não apostam na formação e na educação, civismo na aulas de condução, preocupam-se em decorar sinais e cores e depois dá nisto, bem resumido aqui a história acredito que não deveria ser nós aulas de condução, mas isto é o meu mau feitio.

L. disse...

Oh Miguel, não podia estar mais de acordo.

Que é que custa utilizar os piscas?! Para alguma coisa eles foram inventados!!!
E quando temos de ir atrás de uma carrinha ou camião, e eles não nos deixam ultrapassar só porque não lhes apetece?!

IRRA que eu não percebo onde é que muita gente tirou a carta de condução!

Joanissima para esses "srs" só há um nome ... (deixo ao vosso critério) :P

beijinhos

Carla disse...

Xiiii, que ontem isto estava definitivamente bravo.

Mas concordo, e sou das que buzinam e chamam nomes a todos os que se me atravessam à frente com pisca ou sem pisca.

Só fiquei a 'modos' que traumitazada um dia em que despejei toda a raiva matinal, num palerma que se atravessou no meu caminho e que leu-me nos lábios tudo o que eu lhe chamei. Era o meu director na altura. Quando vi já era tarde. Mas soube-me tão bem :)

undutchablegirl disse...

A falta de civismo na estrada espelha muito da maneira de ser de um povo, sem dúvida! Assim como as estatísticas dos sinistros nas estradas.
Estes gajos aqui têm montes de defeitos e mil coisas que eu detesto, mas a conduzir (óbvio que há excepções e eu já as vi) são um bocadinho mais regrados muito por causa de se pisarem o risco (só um bocadinho que seja) têm uma mão bem pesada que lhes vai ao bolso sem apelo nem agravo.

Bypassone disse...

Olha, em Zürich já paguei 800 sfr (uns 500€) por pisar um traço continuo. Serviu-me de emenda. Mas também, de que servem as multas em Portugal, se o pessoal deixa aquilo prescrever e ninguém os obriga a pagar? Aqui, se depois de 3 meses não te tiveres mexido, vão-te directamente ao ordenado; se estiveres desempregado, ao subsídio; e se estiveres na bancarrota, pagas em dias de prisão. Fosse assim aí... outro galo cantaria...

Laidita disse...

Subscrevo.