quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Fruta da época.

Ora aí está! Chegou a época do AVC: Alta Vontade de Cagar (aposto que era mesmo isto que tinham em mente.).
Diarreia, vómitos, febre, cólicas abdominais. Estou um catedrático do vómito e acho que vou dedicar um dos próximos post a descrever os vários tipos de vómito... (lá se foi a vasta legião de seguidores deste blog, ou seja, 2 individuos).
Mas a sério, uma ode ao vómito chamada: "Ó Gregório..."

Chega leve, levemente, como quem chama por mim
Ó Enfermeiro, enfermeiro
Será febre, será ranho?
A cólica chega primeiro mas só o Gregório me chama assim

Pode vir com aviso
Com náusea para alertar
Aí oferecemos um saco
para o doente se gregoriar

Mas normalmente não diz nada
Surge sem avisar
Vem em jacto, de rajada
Só temos tempo de pró lado saltar

Pode chegar isolado
Ou em grupo encadeado
Quando menos tu esperas
Já estás gregoriado

Da diarreia infecciosa
O vómito é amiguinho
Primeiro, gosma biliosa
Depois, cagas fininho


Eh pá... que bela diarreia mental!!

3 comentários:

banita disse...

ó sor dotor! Olhe que o sr. além da veia cientifica, também tem veia poética! Esta agora...
Já me curei da maleita da semana, felizmente algo muito passageiro. Ainda assim, obrigada pela dica!

rosemary disse...

Isto tá genial!!! Sim senhor, tens talento para a poesia. Aproveita a inspiração e escreve mais alguns posts assim.

Anónimo disse...

Que os enfermeiros são do género polivalente isso já eu sabia,como se não bastasse terem de desempenhar todas as funções (mais que muitas) inerentes à enfermagem, por vezes são auxiliares, médicos, psicólogos, confidentes dos seus utentes, até mesmo cantores (enfº Ricardo em Operação Triunfo)
Surge então o enfermeiro McSleepy, expondo a sua veia poética (muito profunda), qual Álvaro Campos(heterónimo de Fernando Pessoa), invocando os mais íntimos e sarcásticos pensamentos das pessoas com a sua arte!
Arte, sim!! Porque a arte não é só falar de amor, arco-íris e borboletas, fazer arte é despertar dentro de cada um sensações, emoções, é fazer com que o leitor se identifique com as palavras que lê! Digam lá que ao ler a maior parte destes posts não pensam : "É pá, este gajo tá a contar a história da minha vida"Porra, será que ele me conhece!!"
Digam lá agora que isso não é arte!!