sexta-feira, 28 de maio de 2010

O Invejoso Fado Portuga.

No milionário mundo do futebol são figuras principais dois portugueses: CR e Mourinho. Na minha opinião são os dois os melhores na sua área. Cristiano Ronaldo (a sua forma de falar e de vestir e a sua vaidade não têm nada a ver com isto) é o melhor jogador do mundo.Messi é divinal, consegue fintar uma equipa dentro de uam cabine telefónica mas o futebol não é só isso. CR finta, corre, sprinta, defenfe, marca com o pé direito, com o esquerdo, com a cabeça e ainda "saca" daqueles livres directos que deixam o guarda-redes pregado no relvado! É o mais completo jogador de futebol da actualidade e é português.
José Mourinho é um profissional por excelência. Faz do futebol uma ciência e eleva-o a outro patamar. Estou convencido que, em muitos casos, Mourinho conhece melhor as equipas adversárias do que os treinadores que as orientam! E isso faz dele o melhor! E por ter dado o que deu ao FCP estará sempre no Olimpo dos Portistas independentemente da forma pouco elegante como saiu do clube. E é português.
Agora, expliquem-me porque me deparo sempre com tantos ataques a estes dois Portugueses? Mas alguém acredita que, num mundo onde se exigem resultados e desses resultados se retiram milhares de milhões de euros, quer CR quer Mourinho são apenas produtos de marketing? Não. Estes dois portugueses estão onde estão porque trabalham, porque investem na sua forma, porque se dedicam ao máximo e porque nunca estão satisfeitos. Egos à parte, são dois Portugueses que elevam o nome e a imagem deste triste rectângulo solarengo. E olhem que bem precisamos! Mas é este o nosso Fado: maldizer os nossos e enaltecer qualquer vulgaridade que venha do estrangeiro.
É a inveja senhores, a inveja.

8 comentários:

Melissinha disse...

assino, subscrevo, assino, subscrevo.
Comecei a escrever sobre isso 500 vezes e parei sempre, por um motivo ou por outro.

Morro de orgulho de ambos. E nem sequer nasci cá. E o facto do CR ser bimbo ainda mais orgulho me dá, por ter chegado tão longe.

No Brasil, por outros motivos mas, no fundo, pelo mesmo motivo, diz-se o mesmo do Lula e de Paulo Coelho, para me lembrar assim rapidamente de dois.
Adoro e admiro o talento e o sucesso, gostando ou não do agente, gostando ou não do estilo. Precisamos de talento e sucesso que nos inspire.
E mais diria, mas estou cheiinha de trabalho.

Naná disse...

Tens razão, parece nós somos um povo que não sabe elogiar quem trabalha...
Mas ainda me irrita mais quando vão buscar as origens lusas de um qualquer atleta, só para se "assenhorarem" dos êxitos dos mesmos (Ticha Penicheiro, Nelly Furtado).
Outro bom exemplo é a "mania-euforia" com a Daniela Ruah... sim, a miúda é gira, não sei se a acho boa actriz ou não... pq não há pachorra para ver os enredos das novelas tugas!

Ana C. disse...

É verdade o que dizes, só tenho pena que nos demos a conhecer lá fora apenas pelo futebol.
É triste estares na Francia, perguntarem-te de onde és e quando respondes Portugal dizem-te logo: Cristiano Ronaldo!
Mas enfim é o que temos jogadores da bola e treinadores do esférico e quanto a eles o nível de chungaria, egocentrismo etc é absolutamente cagativo, o que importa é os resultados e estes falam por si.

Autora de Sonhos disse...

è possivel que seja a inveja sim sr, e voçe não inveja os brutais irdenados? Ou acha justo trabalhar o que trabalha com a responsabilidade que tem que ser, cujas vidas dependem de si, se errar outras vidas poderão perder-se, e eles limitam-se a comandar bolas e chutá-las, respectivamente.
É justo?
De que me vale sermos um país com bons jogadores a ganharem num mês o que não se ganha numa vida (vida essa de estudo e trabalho)? Fico mais orgulhosa por isso? Porquê?
Sei é que trabalho que nem uma porca, se me atraso tenho que justificar o tempo, ganho mal para as despesas essenciais e ainda tenho que agradecer o facto de estar empregada!

Provavelmente tenho inveja sim...

Essência disse...

Não podia estar mais de acordo.


Belo Post.

Visitante assídua
Paula marques

alfacinha disse...

provérbio nunca é santo no próprio país

Bypassone disse...

Tenho que concordar com a Ana C. Vivo na Suíça e quando digo que sou Tuga, é logo: "Cristiano Ronaldo... Mourinho... Benfica, etc". Estou FARTO!!!!! E quando digo que nem ligo, nem sequer gosto de bola, tenho que ouvir estupidezes do género "Ah, então não podes ser português". Se é pra isto que vamos passar a ser mais conhecidos no estrangeiro... prefiro o anonimato!

costela de adão disse...

A inveja e por serem pessoas que nada têm a ver com aquela coisa tipicamente portuguesa do "mais ou menos" "sou bom? não, sou assim assim" porque arece que a falsa modéstia é que fica bem. Não estamos habituados a mentalidades ganhadoras, que sabem que o são. E depois cai-lhes meio mundo em cima. O mesmo meio mundo que quando os vê brilhar lá fora diz ter muoto orgulho nestes dois portugueses de sucesso. Enfim...