sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Os novos Esquizofrénicos.

A esquizofrenia é, talvez, a patologia psiquiátrica que melhor define o conceito popular de "Louco". Quem de nós já não viu pessoas na rua, normalmente com roupas velhas e sujas, aspecto de mendigo, a falarem (normalmente a discutir) com alguém que simplesmente não está lá? Este é, provavelmente, o denominador comum da esquizofrenia.
Mas agora temos um novo tipo de esquizofrénicos. Normalmente bem vestidos, andam pelas ruas, lojas, centro comerciais, hospitais, etc. a falar literalmente para o ar. Conversas em tons altos ou mais baixos, discretos ou exuberantes, temas divertidos ou sisudos. Mas eles não parecem importar-se que todos oiçam as suas conversas com quem só eles ouvem e os outros não conseguem ver!
Uma característica estranha nestes indivíduos (talvez da evolução técnica, também visível na doença?): todos eles apresentam um apêndice estranho colocado num dos ouvidos. Parecem-se com pequenos aparelhos electrónicos com palavras estranhas escritas como Nokia, LG, Samsung, Sony (estranhíssimo o facto de nem estarem em português...)!
Estes são os novos esquizofrénicos desta sociedade. Andam pelas ruas falando para a atmosfera, passando indiferentes aos olhares de espanto de todos nós, não aceitando que padecem de uma doença grave, porém tratável e ficando ofendidos com a oferta de ajuda. É mais um grupo a quem urge ajudar e despertar a atenção do resto de nós. Para quando uma campanha de sensibilização para esta doença? Para quando campanhas de angariação de fundos para financiar a erradicação deste problema? Reflitam sobre ele, é mais um enorme flagelo nesta nossa já debilitada comunidade.
(Senhores que andam por aí de bluetooh enfiado no ouvidinho... tenham mas é juízo!!)

2 comentários:

Anónimo disse...

Engraçado...Então não foste tu que foste ao Lidl tentar comprar um bluetooh e por acaso ficaste bastante chateado por já terem esgotado?Pois, secalhar esse tipo de esquizofrenia apanha-se no ar, por isso acho que vou ficar no quentinho com o meu G. para ele não apanhar tal doença!Bom trabalho!

McSleepy disse...

Engraçadinha... por acaso era uma crítica social bem estrututada e refere-se a quem anda com eles na RUA. Coloca-los enquanto se conduz, é essa a sua finalidade, já não se aplica a este texto!
Mas obrigado pelo comentário, M.