quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

O 2º Elemento

Não, não é nenhum filme. Houve um "5º Elemento" aqui há uns anos e, se bem me lembro era fraquinho...
Bom, o 2º elemento é o nº 2 na hierarquia da equipa de enfermagem (obviamente!!). Posso falar sobre esta posição com propriedade e conhecimento de facto porque eu fui esse enfermeiro durante o último ano. Porque quis, porque pedi? Não... porque sim!
Em boa verdade, não há nada que fique melhor num currículo que "Experiência como 2º elemento do serviço XPTO com bué camas, responsável por uma equipa de carradas de enfermeiros e paletes de auxiliares..." E a reacção dos familiares e amigos perante este honroso lugar: "Tão novo e já com tanta responsabilidade. Qualquer dia é O chefe. Estamos tão orgulhosos..."
Lamento desiludir mas ser o 2º elemento é uma.... (desculpem...) merda.
Afinal, o que é o 2º senão o 1º dos últimos. O segundo elemento é aquele que mais responsabilidade tem no serviço, o que lá passa mais tempo e que tem de acordar todos os dias às 6 da matina para receber o turno ás 8 da manhã. É aquele a quem todos chateiam porque não querem "incomodar o chefe", é aquele que tem de saber tudo o que se passa no serviço (e isto inclui TUDO, mesmo as intriguinhas pessoais) porque é a ele que O Chefe vai pedir satisfações, é quem tem de pedir todo o material para que o serviço funcione, é quem tem de saber a vida toda dos doentes... enfim. AH!!! além de que faz tudo o que ao chefe não lhe apetece fazer.
Depois há uma coisinha muito gira: quando o 2º elemento é competente o chefe "brilha" e está sempre a ser elogiado, quando o 2º elemento falha quem é o culpado? Quem? O chefe? ah, ah, ah... não, é mesmo o desgraçado do 2º elemento.
Já mencionei que este honroso papel da tamanha responsabilidade não acrescenta NEM MAIS UM TUSTO ao já depauperado ordenado do enfermeiro? Pois é...
Resumindo, enquanto um enfermeiro "normal" (sim, eu sei que estas duas últimas palavras são antónimos) que faz turnos rotativos, só tem de se preocupar com os doentes e tem muito mais tempo livre, o outro desgraçado trabalha 2ª a 6ª das 8 até ás 16:30 (no mínimo) no cenário que descrevi acima, ganhando os dois exactamente a mesma coisa!
Tirando o brilho que dá ao currículo não traz, quanto a mim, vantagens de maior. "Mas pode vir a ser o chefe!" Dizem vocês com toda a razão, ao que eu respondo... duvido. Com a privatização e politização dos hospitais em portugal cada vez mais os Chefes são escolhidos para não chatearem muito a administração e segundo a cor política... e além disso, um bom 2º elemento nunca se desperdiça, e um mau nunca pode ser chefe...
Aiiiii, o que eu gosto de dar banhinhos aos meus velhotes!

2 comentários:

banita disse...

Percebi como é dura a vida do 2º elemento, mas não gostares do "5º elemento"... Essa não te perdoo!

magali disse...

Realmente é triste quando o nosso trabalho não é reconhecido e alguém fica com os seus louros. Infelizmente parece que em Portugal está instituída essa coisa de não avaliarem as pessoas pelo seu mérito e ser tudo à base de conhecimentos e politicas. Assim não vamos a lado nenhum! Deviam-se premiar as pessoas que executam um bom trabalho...

Cumprimentos,
Continue a fazer um bom trabalho!
Magali