sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

O Sr. Intestino.

O meu intestino funciona tão bem, mas tão bem que, ao final de 1 hora após uma refeição tenho de ir. Mandar um fax, sentar-me no trono, arriar o calhau como queiram! O meu intestino deve ser recto porque o que entra rapidamente tem de sair!!
Mas enfim, o meu intestino já me pregou imensas partidas. Certo dia, após um almoço bem comido e bem bebido, em dia de festa lá na aldeia, com várias entradas um belo de um borrego assado e imensas sobremesas, mas dizia eu, após um belo almoço eu sentia-me um abade! Ao final de 40 minutos o meu velho amigo, o Sr. Intestino convidou-me para um belo tête-á-tête na retrete lá do sítio. Após uma aturada e demorada conversa, bem produtiva por sinal (nem imaginam a produção que foi!) lá saí do meu encontro com o S. Intestino pronto para mais uma maratona gastronómica. Acontece que tive que levar um familiar ao aeroporto, sendo que o mesmo fica a cerca de 2 horas de distância.
Ao final de 1 horita de caminho, o Sr. Intestino manda -me uma mensagem: "Temos de falar." diz, e eu digo-lhe que agora não, que estou na auto-estrada, que estou a conduzir e não há salas disponíveis. Meia hora depois, a mesma conversa. Quinze minutos depois, dez minutos depois, cinco minutos, um minuto. Impossível resistir ao chamamento do Sr. Intestino!! "Vamos falar e é AGORA!!!". "Agora NÃO POSSO!!", exclamo em desespero de causa, já sem argumentos para contrariar a sua vontade. Paro na portagem, pago, o portageiro demora o que me parecem horas a mandar-me seguir, passo a portagem e enconto na berma. Vasculho o porta-luvas apressadamente, saio do carro e salto os rails de segurança. O Sr. Intestino espera-me atrás de uns arbustos rasteiros. Conversamos e ele mostra-me uma forma completamente nova para usar os talões do multibanco!! Satisfeito, o Sr. Intestino permite-me continuar a minha viagem.
E é isto. Graças ao Sr. Intestino já tive o privilégio de conhecer lugares desconhecidos à maior parte das pessoas. Bermas na A1 com maravilhosas vista para o Tejo, zonas em Almada com vista desafogada para o Cristo-Rei, uma falésia com uma vista magnífica para as praias da Costa da Caparica, matas lindíssimas no Norte, vinhas no Douro. No estrangeiro também, como os mais conceituados WC públicos na Alemanha e França e campos de milho na Bósnia. Também já me proprocionou momentos de puro prazer como atravessar a Ponte 25 de Abril em tempos recorde, contribuiu para a minha boa forma física, desafiando-me a percorrer o caminho entre a Avenida de Liberdade e as Amoreiras, através da Rua do Salitre, sempre a correr non-stop, o que fiz, mesmo com a ajuda de um propulsor traseiro a ar (ou gases, como preferirem!) entre outras corridas sempre desencadeadas por ele.
É o meu amigo, o Sr. Intestino, companheiro de tantas aventuras, de tantos lugares desconhecidos para a maioria, de correrias desenfreadas. O meu amigo que me mostrou a verdadeira utilidade dos talões multibanco.
Se, depois deste texto, não voltarem a visitar este blogue eu entendo, juro que entendo e vos perdoo!

9 comentários:

JS disse...

Fartei-me de rir!!! Principalmente com "nos campos de milho na Bósnia"...

Aguardo a proxima conversa McSleepy/Sr. Intestino...

Ana C. disse...

Tu hoje estás com uma capacidade de produção escrita superior à capacidade do teu intestino. Só espero que não passes na minha rua a seguir a uma refeição, porque és corrido a tiro de caçadeira ;)

banita disse...

O teu intetino é rápido? Eu assim que acabo a refeição tenho de ir dar um lamiré ao meu intestino.LOL LOL
Adorei este post! Desmanchei-me (para não dizer outra coisa um pouco menos educada) a rir!

Sílvia disse...

Bem ri assim a gargalhada... Vistas de sitios bonitos que tu conheces looolllol

undutchablegirl disse...

Quer dizer que tens um metabolismo excelente, assim que entra, sai. Nem toda a gente conseguiria escrever um post a admitir o que aqui com graça expuseste e só por isso estás de parabéns.

Sanxeri disse...

Ui, nao há nada mais terrível e embaraçoso que um Sr. Intestino obstinado.

Mas vês o lado positivo da coisa. Fartei-me de rir!

Andre Bressan disse...

Inspirador... matar a saudade do meu... :))

Anónimo disse...

Oh ... isto não se faz ! Ainda me julgam tontinha de estar para aqui a rir sem motivo aparente,(julgam eles) é que estou a trabalhar(ou não)! O Miguel faz-me lembrar um familiar meu, que já faleceu, e vir aqui é como ter um pedaçinho dele, ele tinha também a ousadia de dizer todas essas "maluqueiras" e de ninguém se mostrar indignado!
Margarida

Blue Shirt Girl disse...

o meu namorado e tal e qual xD