domingo, 25 de janeiro de 2009

Pecados Capitais.

Respondendo ao desafio da JS para escrever sobre os 7 pecados capitais:

GULA: sou muito guloso! Adoro doces, rebuçados, sobremesas, bolos, gelados. E depois não são só os doces! Adoro comer! Carne de porco, galinha, frango, borrego e vaca... mal-passada, a sangrar!! Quase que se consegue ouvir o mugido da vaquinha e o seu sininho e o cheiro da erva fresca! Perco-me com batata frita, só paro quando já não há. Gosto de comida chinesa, japonesa, indiana, de goa e macau. Gosto de experimentar tudo, não há nada que eu diga que não gosto. Gosto de comer, pronto!! Agradeço pelo meu fantástico metabolismo que me impede de me tornar num obeso crónico...

AVAREZA: não sou avarento. Agarro-me mais ao dinheiro porque tenho pouco do que porque gosto muito dele. Não me coíbo de o gastar em muitas situações: se trabalho muito tempo seguido sou bem capaz de gastar algum dinheiro num bom jantar, fora e com a família (é impressão minha ou voltou a gula à baila?)!!! Se tivesse muito dinheiro acho que cometeria ainda mais pecados!!

INVEJA: por vezes tenho inveja. Quando algum português ganha o euromilhões!! Fora isso sinto aquela inveja saudável de quando um amigo atinje um objectivo que também é o meu mas fico feliz por essa pessoa.

IRA: sou um tipo que normalmente mantém a calma, no trabalho e em casa. Ira só mesmo num lugar: dentro das quatro linhas de um campo de jogos! Detesto perder, tenho mau perder, berro com os meus companheiros de equipa, provoco os adversários enfim... já parti desde raquetes até tacos de bilhar passando por cabeças e queixos. Mas fico muito mais irado comigo próprio, com as minhas limitações ou incompetências do que com os outros. Só detesto é que os meus companheiros não se empenhem a 100%. Mas quando acaba o jogo tudo passa!

SOBERBA: mea culpa. Por vezes tenho a mania que sou mais inteligente do que os outros e isso, por vezes acaba por ser uma desvantagem. Por vezes não valorizo os outros e só me apercebo como isso é mau quando não sou valorizado. A M. costuma dizer que o meu Ego não cabe em mim próprio e precisa de ocupar o ego de outro. Mas isso é algo que estou a tentar corrigir.

PREGUIÇA: no trabalho não o sou. Já em casa... sou muito preguiçoso em relação ás tarefas domésticas! Mas a culpa é daquele belo sofá com 2,80 m com uma chaise-longue de 1,80 m... raiospartammaldito que me aprisionas com a tua doçura!!! E também daquele ser fantástico que repousa na sala, que me hipnotiza com as suas imagens concebidas só para nos prender. E do outro, aquele que me traz o mundo com um simples clicar nos seu teclado. MALDITOS!!!!!! (vês querida, eu dizia-te que era uma conspiração mas só agora juntei as peças....)

LUXÚRIA: desculpem, mas esta não é pecado... são vários!!

A quem me conhece pessoalmente: livrem-se de usar as características aqui descritas nalguma discussão futura...

3 comentários:

Sanxeri disse...

:D Adorei, sou tal e qual. A gula então, ui!

Ana C. disse...

Padeço de muitos dos teus pecados. Infelizmente, o da preguiça em casa gostava de me render mais a ele, mas não posso, porque tal como a tua mulher, ALGUÉM TEM QUE FAZER AS COISAS EM CASA! :)

banita disse...

Isso de falar sobre os 7 pecados... tem muito que se lhe diga... ou talvez não! Acho que também os tenho quase todos, mas em muito pouca quantidade, quase que não se nota!!! Aliás, eu não noto! Mas se calhar isso também já é pecado... ops!