segunda-feira, 7 de junho de 2010

São cada vez mais.

O que leva um filho a agredir o seu pai? Esse pai foi um sacana, ausente, agressivo, bêbado? Uma fria parede sentimental? Um abusador? Ou foi o filho que, muito simplesmente, tem a agressividade inscrita no código genético? Foi falha grave na educação do filho? Foi fruto da socialização do filho com bandidos? O que foi?
Não sei. Mas corta-me o coração atender velhos de 70, 80 anos agredidos (em muitos casos com lesões que evidenciam a violência da agressão) pelos filhos. A razão? Na maioria dos casos: dinheiro. E à volta disto reflicto, eu que tenho filhos e que os amo acima de tudo o resto.

8 comentários:

Cindy disse...

E que também tens pais... é doloroso!

Bypassone disse...

Dinheiro, essa fonte de todos os males... Aqui foi notícia há pouco tempo que um reformado de 75 anos gastava o $ todo em bordéis depois de ter feito uma operação qualquer. Os filhos não foram de modas: denunciaram o hospital, os médicos, etc. e... MANDARAM PÔR UM TUTOR AO PRÓPRIO PAI, porque segundo eles, "ele não sabia o que fazia" e estava a rebentar o dinheiro que IRIA SER DELES!!!!
Não sei o que é pior, ser agredido fisicamente pelos próprios filhos ou... isto.

Poetic GIRL disse...

É Miguel e talvez seja cada vez mais frequente do que se pensa... é triste, muito triste. bjs

I. disse...

...
Pais a bater em filhos, filhos a bater nos pais, é coisa para nos deixar arrepiadinhos. São sempre os mais fracos a apanhar. Que cena.

Autora de Sonhos disse...

Tb não percebo, nem quero perceber o que corre nas veias desses criminosos.
Não percebo...e sim, parace que se reproduzem...credo...

Chokkie disse...

É uma realidade mesmo muito triste, muitas vezes agridem-nos ou abandonam os pobres à sua sorte, muitas vezes doentes, deprimidos e confusos. Mas lá diz o ditado "Filho és pai serás como fizeres assim acharás"

Nuvem disse...

sabes, são coisas que nunca percebi...
Nem é preciso ir tão longe (ou nessa idade é reflexo dos anos que passaram já)... quantas vezes vejo eu hoje crianças e adolescentes falarem e responderem aos pais de uma forma que eu nunca sonharia responder aos meus?
Quantos deles não respeitam minimamente os pais, os insultam em público... tudo?
E os pais? Com medo dos filhos?
Penso que seja mesmo reflexo de terem sido demasiado permissivos, de más companhias dos filhos que depois fazem com que eles tenham medo deles... tanta coisa.
Só espero conseguir educar a minha filha de forma a que isso nuca aconteça, pois amo-a (como tu) acima de tudo, mas há valores que ela terá de aprender a respeitar - e nem o dinheiro fará com que ela os ignore.

sofia disse...

Que horror...