sexta-feira, 24 de julho de 2009

De fora de mim.

Dói-me a cabeça hoje. Não. Não é dor. É antes uma tensão, um aperto que começa nos olhos e se dirige para trás, concentrando-se na base do meu crânio. Não sei porque estou assim. Talvez seja a minha mente a tentar escapar. Hoje senti-me fora de mim, a flutuar ao meu lado observando-me e ao meu ambiente. Observei-me a assistir ao episódio degradante de ver alguém bem colocado na vida e na profissão a bajular um outro alguém mais importante que ele. Observei o esgar de nojo que isso colocou na minha face. Observei-me a caminhar pelos corredores, alheio ao sofrimento dos outros, mecânico nas minhas acções. Observei-me a ignorar as conversas dos meus colegas, a não prestar atenção ao que me era dito. Observei-me a preencher dados sem os interpretar, a escrever notas clínicas sem as reflectir. Observei-me a impacientar-me com as dúvidas dos doentes, a despachá-los cortês mas friamente. Observei-me a almoçar sem apetite e a observar as pessoas da sala e a odiar alguns deles. Observei-me a cuidar dos acamados em silêncio, a virar e esfregar os seus corpos inertes. Observei-me a disparatar com as auxiliares. Observei-me a desfardar-me e a sair.
O sol obrigou-me a fechar os olhos, respirei o ar quente e voltei para mim pensando "Não pertenço aqui."

11 comentários:

Nuvem disse...

sabes, já adorava os textos do Blogonovelas, mas depois do teu comment no blog da Clementine... tinha de vir espreitar o "teu espaço".
E claro que adorei...
espero um dia conseguir ter a calma (de espírito e nos dedos) para escrever como escreves(m)
beijinhos e parabéns

Anónimo disse...

Bem, eu não queria dizer isto assim, friamente mas... tenho duas teorias para o estado do Miguel!

Ou o Miguel é bipolar - Ora está eufórico, ora não aguenta com uma gata pelo rabo!!

Ou, movido por um profundo sentimento de nostagia, motivado pelo post "5 segundos" andou a snifar o frasquinho do éter!?

lol Seja como for... isso passa!!!

Cumprimentos caro colega

A. Silva

Miguel disse...

A.Silva: bipolar não, mas como atesta este blog, um pouco esquizofrénico!! Espero que compreendam que este blog também é um sítio para expiar frustrações para que possa manter a dignidade no "mundo real".

Ana. disse...

Contextualizando ao meu mundo, excluindo doentes, procedimentos técnicos e tudo o que caracteriza o teu trabalho, tenho dias em que ao fechar os olhos penso a mesmíssima coisa.

Depois passa.

;)

Anónimo disse...

Miguel: Isso chama-se "burn-out". Ainda bem que consigo é só de vez em quando!
As melhoras!
A.A.

Only Words disse...

Ele há dias assim, onde nos apercebemos mais friamente da realidade que nos rodeia. O que nos deixa esse sentimento de "desenquadramento"! Vá, up up up!

S* disse...

Ai que o blogue está diferente... :S

Imagino que deva ser um trabalho saturante.

Smsn - artes e ideias disse...

obrigada pela visita:)

e obrigada pelo elogio:)

smsn.artes

Ana C. disse...

Miguel nem todos temos o poder de sairmos de nós de vez em quando e vermo-nos pela parte de fora. Muitas vezes nem os mestres de Yoga o conseguem, mas tu homem terreno que sofre todas as contradições, dúvidas e angústias que muitos não ousam admitir, tu consegues levitar sobre ti próprio!!!!

Raul disse...

Andas a praticar os teus textos...
Muito bons! Parabéns..

Visitem: http://do-nariz-a-boca.blogspot.com/

Melissinha disse...

Da última vez que pensei isso, arrumei os meus paninhos de bunda e tentei mudar de profissão.

Mas eu sou louca.