quarta-feira, 15 de julho de 2009

O Enfermeiro-Nazi

Sou um tipo (demasiado?) simpático. Normalmente não me irrito e tento ser agradável. Mas hoje fui invadido pelo espírito do Reich. O meu lado lunar revelou-se.
Impliquei com a Auxiliar do serviço logo quando cheguei, respondeu-me e, arrogantemente, terminei com a discussão. Os doentes estavam a entrar-me nos nervos e só por ser um bom profissional não disparatei com eles também. Os colegas levaram o mesmo tratamento durante a passagem do turno e deixaram-me curtir a minha "neura".
A coisa passou depressa pois não consigo estar mal-humorado por muito tempo mas, quando me salta a tampa consigo ser uma besta.
PS: a auxiliar "meteu as patas" e depois ultrapassou os limites da boa educação. Admito que tenha ficado surpresa porque normalmente sou mais "suave" mas tive que a colocar no seu lugar. Não estou arrependido.

9 comentários:

Ogi disse...

É assim mesmo! E quem 'fala' assim não é gago =D

Smsn - artes e ideias disse...

:))))

smsnartes

costela de adão disse...

Às vezes é preciso pôr as unhitas fora.

Dive disse...

Ha auxiliares que se esticam....especialmente quando temos idade para ser filhos delas...

Crayon disse...

Aiiiiiii que o senhor enfremeiro se passou...bem Miguelito seres um enfremeiro simpatico já é um grande virtude, é que hoje em dia não há muitos, por isso deixa lá a senhora da esfergona e sorriiiiiiiii :D:D:D

Bjoquinhas

Ana C. disse...

Heil Hitler!!!! Nada como uma costela Nazi de vez em quando para meter algumas pessoas no seu lugar. Desde que todas as outras costelas sejam de tuga pacífico, tudo bem ;)

Anónimo disse...

:D
Acordo assim,em média, uma vez por ano!! E chega!! Não me aturo a mim própria e pobres daqueles que não me "topam" ao longe... Mas, tal como ao Miguel... também me passa com uma certa brevidade!

No entanto se despolentam o meu mau feitio no decorrer do dia e por questões de trabalho... não me passa e levam todos pela mesma medida (á excepção dos doentes - contenho-me)!!!!

Enfim, também somos gente... e temos os nossos momentos baixos! Além disso, ajuda a equilibrar a imagem de "boa pessoa" junto dos que nos rodeiam! Nada como saberem que sob a linda pele de cordeiro, há um predador... sempre á espreita!

Cumprimentos e bom trabalho

A.Silva

tinóni disse...

deixa estar, que eu também tenho dias assim e, às vezes, é mesmo preciso "mostrar as unhas", para manter o respeito..
beijos

Ana. disse...

O importante é que não te arrependas depois dos acessos de Fuhrer!

Depois de me passar MESMO da cabeça sou invariavelmente acometida de graves crises de consciência pesada! Sou fraquinha, portanto!

;)