sexta-feira, 17 de julho de 2009

Sem tempo.

Hoje não há tempo, não há vontade, não há texto. Hoje fiquei sem Internet e sem frigorífico. Entre horas de chamadas para as assistências técnicas, perdi o tempo que estava reservado para fins mais agradáveis. Perdi uma "meia-folga" entre fios do telefone, do computador, do frigorífico. Vim para o trabalho, o tempo parece fugir-me aqui também. Tenho o turno todo lixado. Uma velha grita, o velho do quarto ao lado quer sair da cama para a acudir. Passo o meu tempo entre estes dois e a outra que toca a cada meia hora porque o pé está fora do sítio. Tenho veias para picar, soros para perfundir, fraldas para mudar, comprimidos para dar a engolir, as pastas para escrever. Tenho um doente a morrer. Hoje não houve tempo para um texto como deve ser.
ADENDA às 17.30: o doente morreu mesmo...

10 comentários:

Cristina disse...

Tenho andado a seguir o teu blog á algum tempo, e tenho a dizer-te que gosto bastante.
Textos reais que retratam na perfeição a vida de um enfermeiro...
Continua!

Comprimentos :p

Smsn - artes e ideias disse...

há dias que deveriam não ter 24 horas mas sim 48 horas não é?

smsn.artes

Miguel disse...

SMSN, mais horas não!!!! Mais horas significa mais trabalho... estas 24 já me dão muito que fazer!

Banita disse...

Há dias que deviam ter só 12h para passarem tão depressa que já fosse tempo de acordar no dia a seguir e sem neura! :)
Espero que as coisas corram melhor amanhã! :)
Eu também estou um bocado sem tempo e sem vontade de andar na blogosfera...
Beijo
Para a semana, espero que melhore!

Melissinha disse...

Mando daqui o meu shhhh shhhhh, costuma resultar com o Gabi.

Ana C. disse...

Miguel experimentaste tirar o fio do rooter, desligá-lo e voltar a ligar? Aqui funciona 98% das vezes...
Compra outro frigorífico.

euzinha disse...

Eu disse que voltava! Como eu te percebo, quias 48h? as 24h e especialmente as 8h que passo enfiada (salvo seja) com estas personagens com quem partilho gabinete, chegam-me perfeitamente... Já não posso ouvir falar da Gripe A, nem da outra que está feliz da vida pq o marido lhe ofereceu um microondas :/ ... Bom trabalho para ti!

Sophie disse...

Chegas a casa e bebes um cházinho...
Hoje passa a correr, e estar de volta ao lar sabe sempre bem..

jocares disse...

ei lá.... uma coisa que não se pode ficar é sem sinal de Internet, nem que seja no telemóvel... qt ao frigorífico isso já não há grande problema.

parabéns pelo blog.

cpts,

jocares

Ana. disse...

Já alguma vez te disse que admiro muitíssimo a coragem com que enfrentas o teu trabalho?

;)