quinta-feira, 30 de julho de 2009

Sabias que tenho...um blog?

Poucas pessoas que me conhecem pessoalmente sabem que mantenho um blog. Os dedos das duas mãos sobram para amigos que têm conhecimento do "Cheirinho...". E, curiosamente, julgo que nenhum deles é seguidor assíduo (acho que o meu irmão vai lendo...)!!
Como é que se diz a alguém que se é autor de um blog. Que se perde tempo a escrever num espaço virtual para pessoas virtuais e que corremos sérios riscos de ninguém perder o seu tempo a ler o que escrevemos? Devemos ser directos e dizer logo "Tenho um blog!" ou explorar o terreno antes? "Então costumas navegar na Internet? E blogs, segues algum?". Enfim, opto por tentar segurar a minha língua escorregadia e não revelar esta colecção de pérolas mais ou menos esquizofrénicas e que revelam muito de mim. Se, por um lado, gostava imenso de observar as reacções das pessoas enquanto lêem os textos, por outro lado sinto que, ao divulgar o "Cheirinho..." estou a limitar a minha criatividade. Muitos dos textos levam um tom irónico e revelam situações reais, que se passaram com gente real. Gente que pode sentir-se ofendida por algumas das minhas considerações. Porque este é um espaço de sublimação de muitas frustrações, uma espécie de saco de pancada virtual.
Felizmente muita gente visita este consultório. Obrigado a todos. O que me ajuda a manter a minha boca calada. As vossas visitas e os vossos comentários, incentivos e críticas são muito aconchegantes. Vou continuar a manter o real no real e o virtual no virtual. Mas vou continuar a ter alguma dificuldade em revelar este mundo!! "Sabias que eu tenho...haaa... um... blog?"

7 comentários:

S* disse...

Arrependo-me de ter divulgado o meu... ja nao me deixa à vontade para escrever tudo o que sinto e quero.

Banita disse...

Deixa lá o cheirinho andar incógnito que é o que fazes melhor. :)
(Queremos-te só para nós! somos umas invejosas! LOL)
Beijinho

Ana. disse...

Ainda há poucos dias falava disto com um compincha da blogosfera. Dizer aos nosso amigos e restantes conhecidos que mantemos este tipo de registo virtualmente isento de regas morais ou constrangimentos socias é imensamente castrador. Eu já não escrevo algumas das coisas que me dá vontade porque tenho receio de ferir susceptibilidades.

Guarda-o para ti e para nós, que não te conhecemos de lado nenhum e gostamos de ti assim... ao longe!!

;)

Ana. disse...

...
Não querendo com isto dizer que não gostássemos de ti pertinho, óbvio!!

;)

Sílvia disse...

Por acaso algumas pessoas sabem que o tenho e não foi preciso eu dizer nada, como se costuma dizer "descobriram-me a careca", mas ja não me importo muito com isso.

:)

L. disse...

Tal como algumas das meninas disseram ali em cima, eu também me evito de escrever certas coisas no blog, porque há uma ou duas pessoas que têm conhecimento dele e simplesmente eu fico a pensar o que elas irão fazer ou dizer sobre o que escrevi.

Um dos motivos pelo qual não tenho escrito, é esse mesmo.

Tenho de ultrapassar essa dificuldade e manda-los por o intestino a trabalhar :P

bjinhos e continua

Poetic GIRL - BELA disse...

Muito pouca gente sabe que tenho um blog, só mesmo os mais próximos. Não que o esconda, pois faz parte de mim, e os textos que escrevo são as minhas perspectivas de assuntos, vivências. Claro que de certo haverá gente que se me lesse e soubessem que sou eu interpretariam os textos ás suas maneiras, tentariam ler nas entrelinhas... mas não é algo que eu esconda. É meu, gosto muito dele e isso é o que realmente importa... bjs