domingo, 6 de setembro de 2009

Estimule-se o produto nacional, pá!!

Que somos um país importador já todos sabemos. Que os produtos que importamos nem sempre têm mais qualidade que o produto nacional também é sobejamente conhecido. Mas, já não bastava existir um programa que permite que ouçamos pérolas como "só como cerejas e uvas se a minha empregada lhes tirar os caroços" ou "prefiro fazer batota a perder" da boca de uma miúda estrábica que, em tempos apresentava o programa do Mickey? E não era já suficiente que as lucotoras desse mesmo programa apresentassem as peças com um discurso cuja cadência é muito semelhante á dos miúdos da 4ª classe a ler os primeiros textos? Era mesmo necessário que, no meio de tanto vácuo de conteúdo, aparecesse uma fulana que nem português sabe falar?


Relembro que esta miúda aparece após a trágica morte do seu irmão, em directo num campo de futebol. Enfim...
É assim que querem estimular a economia nacional? É assim que esperam baixar a taxa de desemprego? As miúdas ocas, fúteis, vagamente oligofrénicas e cuja aspiração máxima é serem "famosas" e "aparecer" estão revoltadas com esta situação! Falam inclusivamente em deixar de aparecer nas festas e eventos onde só entra gente "bonita" como forma de luta contra esta discriminação!
O "Cheirinho a éter..." associa-se a este movimento associativo e propõe um slogan: "A GENTE TAMBÉM QUEREMOS APARECER!"

12 comentários:

S* disse...

A miuda é gira, elegante e serve para modelo. Mas PORRA, de boca fechada é que ela está bem. Há tanta miúda gira e esperta portuguesa... porque foram por na TV uma que mal sabe dizer Bom dia??

A do giz disse...

Ah pois, o bom de Portugal não é para o português mas sim para o turista. Cá dentro só fica ou quem já tem muito dinheiro ou quem não tem dinheiro para sair.
O bom português (famoso) nunca aparece, não faz rubricas nas tardes da Júlia (a pedir descaradamente para a alimentarem) a falar mal dos outros.




Desculpe lá sinhor enfermeiro, não pude deixar de reparar na sua corrida. Haha
Está de mais, até chorei a rir, gosto especialmente do jogo de ancas enquanto corre Lol

DoceSussurro disse...

Olá :)

Pois claro!! A GENTE TAMBÉM SEMOS GIRAS, QUEREMOS APARECER! :P
O pior disto tudo é mesmo o drama que fez com que esta linda menina se tornasse "famosa", a morte do irmão futebolista, ao vivo e em directo :( (sim, porque antes disso quem conhecia a Orsi?)

Beijinho*

rosemary disse...

Eu se calhar vou acrescentar uma coisa que alguns podem levar a mal mas se o falecido namorado da Carolina Patrocinio, actor nos Morangos com Açúcar não tivesse morrido quando estava no auge da popularidade, a Carolina não passava de mais uma menina rica com um canudo comprado na mão...

Bjs*

ishia disse...

Agente tamém queremos!=)

Ana C. disse...

Orsi será ursinho em Hungaro?
Ó Miguel achas sinceramente que alguém repara no estrabismo da mulher, quem é que lhe está a olhar para os olhos, ou mesmo a ouvir o que ela diz? É apenas um pedaço de carne fresca e saudável com um vestido curto que é a única coisa que importa.

Ana. disse...

Confesso que não tenho muita paciência para os programas do tipo do Fama Show, mas no início vi um ou dois episódios. A verdade é que não se percebe patavina do que a mocinha diz!! Nem a entoação e cadência do português ela conseguiu apanhar!
Mas enfim, tem uma carinha laroca, pernas até ao cu e está tudo dito!

;)

LIKAS disse...

Se acham que ela é fraca no programa que apresenta deviam ter visto um Especial de Natal em directo onde ela apresentou um convidado musical e foi simplesmente hilariante. A jovem tinha de ler uma nota intodutória no teleponto e se não fosse o Nuno Graciano a ajudá-la tinha sido o descalabro. PArecia uma criança quando aprende a ler e tem de juntar as letras para formar as palavras...
Enfim, é este o país que temos!!!!

A do giz disse...

Tens uma prendinha no eu blog ;D

PR" disse...

Gosto do slogan...

Estou radiante: e ou eu percebi mal ou acabei de descobrir alguem que tambem lê na casa de banho...
Descobri?? :D

*blog muito fixe!

Mãe Inês disse...

Caro Cheirinho a Éter,
sou uma visitante recente deste espaço e tenho lido textos muito interessantes mas este supera a minha discrição e faz-me comentar. Não podia estar mais de acordo. Mais, aplaudo-o.

Tudo de bom.
Inês

costela de adão disse...

O "português" dela só deve dar mesmo para se entender com o Quique Flores. Será que só conseguiram encontrar 4 portuguesas para aquele papel e precisaram ir buscar esta moçoila que nem português sabe falar?! Só pode ter sido por falta de candidatas, não vejo outro motivo. É assim um bocado vergonhoso.