segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Ó Chefe, Chefe...

Regresso ao trabalho. Assim mesmo, sem ponto de exclamação, que o meu entusiamo de voltar ao trabalho e o mesmo que o de ser agredido com uma pedra da calçada. Mas este é um regresso ainda menos esperado do que o normal: é que durante os próximos 30 dias vou ser o Enfermeiro-Chefe.
EI!! Calma, calma aí com os festejos!!! Acham que isso é bom? Nada mais errado. Vou passar os próximos 30 dias a preencher papéis, a pedir medicação, material e aparelhos. Vou ter de me inteirar da situação de TODOS os doentes em TODOS os aspectos da sua vida: saúde, apoio familiar e situação económica. Vou ser solicitado para resolver uma vasta gama de problemas meramente burocráticos, vou ter de brigar com os serviços de apoio para conseguir as condições de trabalho que deveriam estar garantidas por defeito. Vou ter de prestar contas ao Administrador (o que significa muitas reuniões do peido!), vou ter de controlar a qualidade dos cuidados prestados no serviço. Vou passar o tempo a preencher papéis e atender o telefone. Vou ter de fazer escalas e nomeações e distribuir funções. Vou ter de monitorizar os processos clínicos e aturar as paranóias dos médicos. Vou ter de mediar os conflitos entre os médicos e os enfermeiros e entre estes e os auxiliares. Vou ter de controlar a Sra. da limpeza que se balda e os funcionários das obras que não aparecem para arranjar o que for preciso ou deixam as obras a meio.
Vou ter que ouvir as palavras "Ó Chefe, Chefe..." inúmeras vezes ao longo do dia. Vou ter que ouvir as queixas de toda a gente e vou, concerteza, passar-me dos carretos. E tudo isto sem ganhar nem mais um tusto.

6 comentários:

Bypassone disse...

aaaa... hhmmm... e recusar a "promoção", não podes? não acredito que te despeçam por isso.
e porque que é que um enfermeiro-chefe ganha o mesmo que outro "não-chefe"? é uma forma de anti-incentivo?

ADEK disse...

Força nisso:D *

Miguel disse...

Bypassone, não é promoção! Trata-se apenas de substituir o chefe na sua ausência! E não, não posso recusar.

Poetic GIRL - BELA disse...

Pois então só resta desejar-te boa sorte... :) não é uma tarefa fácil pelo que descreves-te principalmente porque é demasiada burocrática e já deu para ver que é a parte que menos gostas. Um mês passa rapidinho, vais ver... beijocas

Mulher a 1000/h disse...

Ó Chefe, com calma tudo se irá resolver! ;) - Boa Sorte e Pacotinhos de Paxorra!

Naná disse...

Adoro essas pseudo-promoções da treta...
Olha Miguel só te posso dizer: "aguenta-te à bronca" que isto de ser chefe tem muito que se lhe diga!
Boa sorte e passa-te dos carretos mas não muito e... devagarinho!...