quinta-feira, 27 de agosto de 2009

A Evolução do Macho-Alfa.

O homem, o macho, o caçador. Durante Eras foram (fomos) o esteio da sobrevivência da espécie. Lutando contra animais selvagens com pedras, domando e subvertendo bestas ferozes a sua vontade, cavalgando sem sela por paisagens inóspitas durante dias, fazendo a guerra contra os seus inimigos. De corpo feito para a luta, as feridas eram tratadas com mistelas feitas de plantas ou cauterizadas com ferros em brasa. A prova maior da passagem de menino para Homem sempre implicou, na maioria das culturas, uma prova de valor e coragem que envolvia inevitavelmente, sofrimento e dor.
Hoje eles entram na minha sala. Mando-os sentar e aguardar. Preparo o material e avanço.
"O que é que me vai fazer?"
"Colocar um soro..."
"Eh pá... não gosto nada de agulhas..."
Pico a veia seleccionada e observo o esgar de dor estampado nos seus rostos.
"Está tudo bem?", pergunto.
"Não sei... sinto tudo à roda..."
Ficam pálidos e começam a suar. Querem levantar-se. Nesta altura já estão em pânico! Gritam que não vêem nada, ficam cinzentos, perdem a consciência. Se eu estou calmo, as suas mulheres ainda mais. Estranho esse facto. Ao final de alguns minutos recuperam. As suas mulheres fazem o reparo que "não ligue Sr. Enfermeiro, não pode ter uma dor de cabeça que entra logo em pânico."
Os homens, lamento dizê-lo, são uns maricas (sem ofensa para os maricas!) no que toca a agulhas. As mulheres são muito mais resistentes e quase nunca me pregam partidas destas! A sua engenharia corporal, preparada para alargar para o dobro do tamanho, aumentar até 20 ou mais quilos, e expelir um ser com 2,5 kg e 50 cm, alargando em várias vezes o tamanho do útero e da vagina e, tudo isto sem anestesia, torna-as (à maioria, note-se) tão sensíveis a picas de enfermeiro como um tanque de guerra a picadas de insecto!
A minha atenção redobra-se se me deparo com aqueles "armários" de ginásio com músculos insuflados à base de esteróides anabolizantes. Neste caso, o velho ditado "quanto maior o tamanho, maior o tombo" aplica-se na perfeição!!
A Evolução transformou-nos nuns fracotes.

9 comentários:

Nocturia disse...

Que post mais real! Lol quantas vezes vi doentes, muito machos (A) a cairem após a administração de um EV ou IM... Enfim. Nisso as mulheres (na maioria)têm uma resistência à dor muito maior! *

Smsn - artes e ideias disse...

:))))

os post's deste blog são fantasticos

Miss Complicações disse...

É nestas alturas que eu gostava de ser enfermeira ..Era ver eu e a seringa a dominar os machões... ai isso é que era..se era! É tão bom ter o poder (é nesta altura que surgem imagens na minha cabeça, bem ao estilo de Ally McBeal)

cristina disse...

ja o leio a imenso tempo mas hoje pela primeira vez vou comentar, sou mulher tenho 1,80m e lamento mas desmaio tambem quando tiro sangue,alias na vespra nem dormo, se souber a receita para que isso deixe de acontecer diga me eu e os seus colegas ficariamos internamente gratos é que nao sou assim mt pequena e coitados para me levantarem vêem se aflitos lol

Miguel disse...

Cristina, és a excepção que confirma a regra!! Não há remédio nenhum a não ser mentalizar-se que, afinal, aquilo doí menos que uma picada de insecto!!

Mulher a 1000/h disse...

CLAP, CLAP, CLAP... Não posso estar mais de acordo! Sempre achei isso... quando vejo o meu marido doente dá-me vontade de rir... se ele soubesse o que eu aguento todos os meses com o TPM e a dor de cabeça crónica de 3 dias, que vem associada a essas malditas siglas... enfim... "meninas" e depois as "gajas" somos nós! Cada vez me sinto melhor com este "cheirinho a éter" aqui no teu cantinho... não enjoo nem nada! LOL

Only Words disse...

Realmente os homens são uns fracotes quando o tema são agulhas! Confesso que não gosto de agulhas, mas já criei imunidade a elas, por isso...não tenho problema em ser espetada....por agulhas, leia-se!! ahahaha

Joana [*Cérebro*Major*] disse...

Bem verdade...

Conheço um caso que tem tanto de estranho como de invulgar. Um amigo meu desmaia no instante em que o picam com a agulha e acorda espontaneamente pouco depois de lha retirarem do corpo. E esta, hein? Lol...

Homens... :)

Maria disse...

É mesmo verdade.. Os Homens quando estão doentes são terriveis de aturar..