segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Morning Glory ou O Dia Começa às 10.

Para mim as manhãs não existem. No sentido em que são prolongamentos da noite. A minha mente teima em estar adormecida.
O ritual do acordar repete-se diariamente. Ás 6h da manhã o despertador começa a debitar a música ou a voz do locutor da rádio em que está sintonizado. Uma porrada no botão "snooze", mudo de posição. Dez minutos depois, o silêncio é novamente interrompido pelo som do rádio-despertador. Este ritual pode demorar entre 10 a 40 minutos. Optei pelo som de uma qualquer estação de rádio porque o "PI-PI-PI-PI" do despertador deixava-me (ainda) mais irritado!!
Depois de me forçar a sair da cama, gesto automático, dirijo-me ao banho e barba e saio. Faço todo o caminho até ao hospital em automático. A minha mente vai vazia de pensamentos. Apenas se abre o suficiente para dirigir o carro na direcção certa. O pequeno-almoço no bar do costume é sagrado. Não consigo começar a trabalhar sem comer. E sem cafézinho, nada feito. Gosto de tomar o pequeno-almoço a sós. Pego no jornal, um qualquer e não importa que seja do dia anterior e leio. Calculo que seja um mecanismo mental de preparação. Algo que a mente faz para se exercitar antes do início do trabalho. Também tem outra função: afastar eventuais "penetras" neste momento que gosto de ter só para mim. Estragam-me o dia se me interromperem o pequeno-almoço! Além disso, a minha língua pura e simplesmente não me obedece a essa hora do dia (cerca das 7:30!). O meu raciocínio pura e simplesmente não existe e as minhas respostas são palavras monossilábicas incompreensíveis. Um fenómeno engraçado que me acontece por vezes, é o facto de as pessoas se dirigirem a mim e eu elaborar a resposta mentalmente e ter a noção que respondi, quando na verdade nenhum som saiu da minha boca. Mais uma vez, a minha língua atraiçoa-me! Ou seja, durante a manhã eu sou um autómato mudo!!
Não retenho absolutamente nada e respondo "sim" a tudo. Desde "Ajudas-me aqui nos banhos?" ou "Queres ser sodomizado na sala de tratamentos?" a resposta é, invariavelmente, "sim". Podem dar-me os recados que quiserem, as indicações que entenderem. Se fugir da rotina, é certinho que não vou reter nada do que me for dito!
Depois das 10h, começo a despertar para a vida. Lentamente, as nuvens que ensombram o meu pensamento começam a desaparecer. Mais um cafézinho e SIGA P'RA BINGO!!!

8 comentários:

Banita disse...

Eu nunca fui assim! Sempre acordei cedo e rapidamente desperto para a vida! Não me custa levantar cedo, embora deteste como me acorda a minha filha muitas vezes: a gritar 3 pares de MAMÃ mal acaba um par, começa outro, é... &#$%!"#%$$!! WTF então uma gaja SÓ porque é mamã tem de se levantar aos tropeções quase a correr como se a miúda fosse cair de um precipício???!! ODEIO mas, como tenho bom acordar passa-me rapidamente!
amanhã, antes das 10 da manhã, vou perguntar-te: Miguel, emprestas-me 5 mil euros, é só para umas compritas urgentes estás a ver? ;)

Only Words disse...

Como te entendo! Por estas bandas acontece o mesmo. De manhã é tudo muito lentoooo!!!!!

Melissinha disse...

Morning glory para mim é outra coisa!

Jeanette Zork disse...

Só por curiosidade, não ficas posseso das ideias quando logo pela manhã algumas pessoas, acordam todas lúcidas e iluminadas e inspiradas e falam como se não houvesse amanhã?

Isso para mim, é simplesmente o apocalipse, detesto que interrompam o despertar suave aqui da ursa a tagarelar(porque a essa hora da manhã, nada faz sentido...ainda), quando os meus pensamentos ainda estão em modo de hibernação e eu dentro da caverna, sairei...mas só quando estiver preparada....é a minha anatomia.

Por isso estamos em sintonia ;)

Gostei de te ler :p

Zork Kissis*****

Miguel disse...

Jeanette, não fico possesso porque simplesmente não os ouço!! Como te digo, de manhã estou num mundo só meu...

Anónimo disse...

hehehehe

Eu acordo sempre em modo speed! Feliz e inspirada com se não houvesse amanha! Isto se não me acordarem aos berros... porque se o fizerem, transformo-me numa criatura rabugenta, mal humorada, sarcástica, caustica... é o fim da picada, dura praticamente todo o dia e qualquer tentativa melosa de fazer regressar o meu outro eu, pode descambar em escalada da má disposição!! (Só os meus doentes ficam imunes - nem sei como!)
Por isso, esse teu acordar nem é mau de todo...

Cumprimentos

A.Silva

Sílvia disse...

Pois, eu também sou assim, mas é mais no Inverno... Que por sinal era quando tinha aulas as 8 da manhã... Má ideia, muito má ideia, simplesmente não dava. Não conseguia reagir ao mundo, lol

***

Joanissima disse...

Acho extraordinariamente perigoso que tenhas aqui escrito que dizes que sim a uma sugestão de sodomização (à bruta?) na sala de tratamentos. Se eu fosse tua colega de trabalho, tínhamos aqui cumbersa pra vida toda!!! ahahahahaahah