sexta-feira, 27 de março de 2009

Quem tem cú...

Aqui há uns anos, numa enfermaria de cirurgia, um colega aproxima-se de uma doente e pergunta: "Está pronta para ir lá para cima, minha senhora?"
"Ai credo! Vou morrer sr. enfermeiro??!! Não estou pronta... disseram-me que era uma cirurgia simples!! Já não quero! Vou embora!"
"Calma, calma!! Lá em cima é o bloco operatório!!"
Claro que foi o cabo dos trabalhos para a acalmar. Já não queria ser operada, fartou-se de chamar o marido. Tivemos de o deixar entrar para acalmar a mulher... enfim, um desatino! A sorte é que a medicação pré-anestésica é ansiolítica!!
O ser humano é um animal beeeem complicado, não é?
Pois é!

8 comentários:

rosemary disse...

Acho perfeitamente natural...é o medo do desconhecido que faz as pessoas reagirem assim. Mas que deve ser chato para os enfermeiro lidarem com isso, sim deve ser!

Bjs*

Joanissima disse...

A linguagem técnica que às vezes se usa nos hospitais, ou mesmo a linguagem habitual que transcende os mortias, pode ser assustador para quem nao (con)vive com essa realidade.
As pessoas estao mais frageis, apenas.

Uma festinha nos cabelos ou na cara pode mostrar o tom de brincadeira da expressao e evitar o medo...

Miguel C. disse...

Joaníssima, de facto tens toda a razão!
Mas esta foi uma situação tão inocente da nossa parte... a senhora é que estava muito ansiosa e, aí talvez tenha sido mal preparada para a cirurgia.
Mas que foi giro, lá isso foi!! (talvez não para a senhora...)

MARIINHA disse...

O hospital é o local onde por norma estamos (os doentes) muito mais vulneráveis e nervosos. Essa senhora devia estar aterrada com o facto de ir ser operada. Há pessoas que têm um medo horrível dos hospitais e outras contam quase com orgulho a quantidade de operações a que foram sujeitas,falam delas como se fossem troféus. Miguel, bom fds

Sílvia disse...

Acho que quando estamos num hospital e prestes a passar por uma cirurgia tudo o que nos dizem parece mau porque estamos nervosos, stressados, enfim. Quem não está habituado é normal que que custe...Já passei por isso mas acho que não me custou porque como era pequena não tinha bem noção das coisas, Se calhar agora já ficava mais nervosinha apesar de perceber minimamente o que se iria passar... Digo eu... Na teoria =)

bjo***

Baguigolas disse...

Mega, bruta mega lol! Pobre senhora! :)

Precis Almana disse...

Eu devo ser uma inconsciente: fui operada à coluna e não tremi um bocadinho que fosse. Senti sempre uma serenidade que ainda hoje me surpreende. E não tomei ansiolítico pré-anestesia, foi mesmo tudo para a veia já no bloco. Também não o conto como troféu, é mesmo porque me surpreende. E sabia ao que ia, mas... feitios ou uma qualquer benção, não sei.

Cat disse...

Coitadinha da doente ^^ Vou adicionar o teu blog à minha lista, estou a gostar mt :) *