sábado, 21 de março de 2009

Stayin' Alive!!!

Aqui há uns tempos atrás ouvi uma notícia (quer dizer, é mais uma curiosidade...) que revelava que um grupo de estudiosos (certamente com muito tempo nas mãos...) concluiu que o ritmo ideal a que se deve realizar as compressões cardíacas, em caso de paragem cardio-respiratória é o mesmo encontrado nesta música...


Já estou a imaginar....

"PARAGEM!!!!"

"Rápido, põe música a tocar!"

Os Médicos e Enfermeiros caminham ao ritmo da música em direcção ao quarto do doente. Bamboleando os ombros e a cintura pélvica, vão apontando o braço direito em direcção ao chão e ao tecto, alternadamente, acompanhando o seu passo enérgico. Atrás deles, um auxiliar carrega no ombro um "tijolo", um rádio dos anos 70 que grita a música em altos berros. Todos eles trazem óculos de sol e vestem calças de lycra brancas.

A música termina... o doente continua inanimado....

"E agora?!?!? O que fazemos agora???"

"Eh pá... sem música, nada feito.... que chatice pá!! Bom... hora do óbito: 09:17."

PS: já repararam que até o título da cantiga é apropriado?!! Fantástico!

6 comentários:

Sanxeri disse...

Eu li que era das melhores musicas para fazer exercicio fisico, exactamente porque alegrava as pessoas e as fazia ficarem mais entusiasmadas.

Quanto à paragem cardiaca... tinha piada!

Joanissima disse...

Tens que ver o sketch dos contemporaneos sobre isto!!
Imperdivel!

Miguel C. disse...

Joanissima, qual deles???

Joanissima disse...

http://www.youtube.com/watch?v=tT6tkRDDv74

(demorei algum tempo a procurar... desculpa)

banita disse...

LOL
Beijos

Jane disse...

Nao sabia desta curiosidades:)

Eu estou no 2' ano de enfermagem. Estou a estudar no Porto. Ainda sou muito novinha nestas andanças. E gosto de ler as historias que tens para contar. De alguma forma ajudas-me a perceber um pouco mais acerca deste pequeno grande mundo em que espero viver daqui a uns anos.
Eu nao vim para o curso de enfermagem por ser um sonho de criança. Eu simpatizava com a profissao. Hoje, e a cada dia que passa, ganho certezas de que é isto que vou querer fazer.

Mas tenho medo.
Só que, para contrabalançar este medo, tenho uma vontade enorme de ser uma boa enfermeira, quero ter um bom lado profissional, e um bom lado humano. Quero fazer com que a vida das pessoas que por mim vao passar no hospital seja um bocadinho mais facil de viver...quero ajudar ate onde me for possivel... e um pouco mais .